terça-feira, 28 de junho de 2011

O subdesenvolvimento – a história e a atualidade inteiramente ligadas.


Carol Gomez

Em uma de nossas aulas de Geografia deveríamos escolher uma reportagem que falasse dos países subdesenvolvidos e algumas causas atuais dessa situação. O objetivo dessa atividade era fazer com que nós, alunos, desenvolvêssemos um texto reflexivo. A temática por eu escolhida fala sobre a migração de pessoas para regiões mais desenvolvidas ou até para outros países mais desenvolvidos (como os EUA e países da Europa) cuja economia aparentemente oferece maiores oportunidades.

A diferença entre o desenvolvimento dos países tem grande parte de seus resultados no processo de colonização por exploração do passado, como ocorreu nos países latino-americanos (séc. XV/XIX) e nos africanos e asiáticos (séc. XVIII/XX).

O que podemos observar nesses países? Pouco investimento em saúde, escolarização baixa, poucas condições para o desenvolvimento. E será que todas as notícias dos jornais que falam da corrupção, dívida externa e privatização, nada têm a ver com esse subdesenvolvimento?

A reportagem escolhida, “Geografia: os movimentos migratórios e suas causas”, fala sobre a fuga, o êxodo das pessoas de países subdesenvolvidos que buscam uma oportunidade de vida melhor. Será que isso é bom? Se for pensar que essas pessoas em vez de permanecerem em seu país, ajudando no seu desenvolvimento, ao irem embora buscando algo que as valorize estarão ajudando outro país mais desenvolvido. No entanto, elas podem não representar muito, elas podem não fazer a diferença.

Do contrário, elas poderiam ser muito significativas no seu país de origem. Bons profissionais que poderiam fazer a diferença.

A corrupção, as dívidas externas atrasam os países subdesenvolvidos. Se cada aspecto desses pudesse ser evitado os países, com certeza, aumentariam seu crescimento.

Gostou? Tem alguma coisa sobre o assunto que queiras compartilhar? 

Confira o artigo online e faça seus comentários:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u10187.shtml

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Felicidade...

Luiza Estefano.

“Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, 
é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)

Você não acha que Georges tem razão? Pois bem, falamos de forma tão fácil da felicidade, mas nunca nos perguntamos por que somos felizes. Em vista disto, resolvi criar um poema sobre a felicidade.

Penso que a felicidade é conquistada ao longo da vida. Tenho preocupação pois muitas pessoas falam que querem morrer por achar que não são felizes. Sem perceber todos somos felizes.

A felicidade está no dia-a-dia de cada um, está no modo de viver e compartilhar interesses (por um assunto, uma pessoa, ou animal e tantas outras coisas). Você é feliz, ou pelo menos eu sei que Deus deu a chance para você começar sua vida. Para os que assim como eu acreditam em Deus, sabemos que isso já é um começo.


FELICIDADE

O amor se cultiva,
A felicidade se cativa.
O homem é triste,
E nunca insiste.
Não desista,
Olhe para fora,
Sua esperança nunca voará embora.
Busque sua felicidade ela não chegará sozinha,
Se amor você tiver,
Ela será sua vida.
Humildade é honestidade,
Igualdade é felicidade,
Se os quatros você tiver,
Não sobrará bondade.
Amigos de infância,
De preferência com abundância.
Amizade é assim,
Amor e saudade,
Igual a felicidade.
Bullying é o que predomina,
Se não cooperar o mundo ele domina.
Desrespeito é ignorância
Sujeito sem importância.
Família nos dá conceito,
Sem prejuízo,
Sem preconceito.
Pra dizer tchau é só dizer adeus,
Até e fique com Deus.

E você? Como está sua vida? Está de acordo com o que você planejou? É feliz deste jeito?

Gostaria de ouvir sua opinião! Sempre que puder entrarei no Blog para ver se teve alguma resposta. Quero saber o que você, caro leitor, pensa a respeito do meu poema e de sua vida, de acordo com a felicidade.



Crédito das imagens:
- http://beduinovirtual.wordpress.com/2009/06/29/ideograma-ne/ Acessado em: 19/06/11 (Esse símbolo japonês significa FELICIDADE. O tema que apresentei no texto e poema acima. Espero que tenham gostado!).

Fontes:

Do ballet ao preconceito sexual


Por Natália Dias

Olá leitor, eu sou a Natália e o assunto que eu trago hoje para o Espaço de Diálogos da Querida 8ªA é o Ballet. A princípio pode não lhe interessar muito, mas, por favor, leia mais um pouco e conheça mais sobre essa dança clássica e muito bonita.

Também chamado de Balé, Balletto e Ballet Blanc, o Ballet surgiu em meados do século XV, nas cidades da península itálica, suas técnicas foram ainda aperfeiçoadas na França, Inglaterra e Rússia. É uma dança que trabalha postura, concentração, repetição de movimentos, flexibilidade, relaxamento, entre tantas outras coisas que só trazem benefícios para o nosso corpo e nossa mente.

No ballet são explorados: pés, pernas, braços e cabeça. É uma dança mais "dura", por isso, não entre em aulas de ballet pensando em "requebrar os quadris", apesar disso, você vai ficar com muita força abdominal, pois os movimentos que são feitos com as pernas exigem força no abdômen. Suas costas também vão ficar com músculos mais tonificados, por causa dos movimentos braçais.


Outra questão acerca do ballet é o preconceito. Muitos meninos podem nem ler meu texto, por achar que, por se tratar de ballet, é dedicado só para meninas, e aí entra a questão do preconceito! Gente, achar que ballet é coisa de menina e futebol coisa de menino é tão ultrapassado... É claro que meninas tendem a naturalizar e preferir algo mais delicado como o ballet ou como brincar de bonecas e meninos normalmente gostam mais de jogar futebol e brincar de carrinho, por exemplo, que são coisas mais "broncas", mais brutas.


Mas qual o problema de um menino dançar ballet? Isso não significa que ele seja gay, dançar ballet não prova a identidade sexual de ninguém! Aliás, tem muito gay por aí que gosta de jogar futebol, assim como tem muita menina que sempre preferiu os carrinhos a bonecas, mas isso não quer dizer nada sobre sua preferência sexual.

Enfim, considero que as atitudes de uma pessoa, não vão "denunciar" sua opção sexual, então não “julgue um livro por sua capa”. E claro: se você procura uma atividade física, acha que anda muito parado... Faça ballet! Eu aconselho!

Crédito das imagens:
http://mondomoda.wordpress.com/2009/10/14/ acessado em 21/06/2011.

Lixo, você produz! Sabia?

Por Maria Eduarda Vieira

Oi, queridos colegas! Tudo bem? Hoje estou aqui com a iniciativa de falar um pouco mais sobre o tão conhecido e famoso lixo

Todos os dias produzimos muitos resíduos cujo destino é a lixeira. Devemos ter o cuidado de diminuir essa produção, pois assim estaremos contribuindo para que muitos dejetos não tenham como destino os famosos “lixões”*. Podemos também e não custa nada realizar o reaproveitamento desses materiais através da reciclagem. Dessa forma se pode também ajudar milhares de pessoas a sobreviver com essa atividade econômica.   

 Aqui em Florianópolis temos como maior coletora de lixo a COMCAP (Companhia de Melhoramentos da Capital), aquela que passa quase todos os dias em frente a sua casa ou apartamento recolhendo todo o lixo produzido por você. Segundo dados dessa empresa, responsável pelos destinos de nosso lixo, diariamente são coletadas 25 toneladas em Florianópolis. Se fizermos as contas, em um mês, a média produzida é 500 toneladas. Pensando numa produção global surge a questão: Será que o planeta Terra vai agüentar? Já parou e pensou nisso?

A separação do lixo também é importante! Ao separar o lixo você está contribuindo para que muitos destes dejetos não sejam jogados em lixões*, auxiliando a preservação do meio ambiente.

* Lixões - áreas onde são depositados resíduos sem qualquer tipo de cuidado. Geralmente são aqueles que não têm nenhuma separação por parte da população e sem nenhum tratamento do solo antes de depositarem esses materiais. Estes lugares são muitas vezes insalubres onde vivem ratos, moscas, pássaros e até mesmo algumas famílias que ganham a vida ao revender materiais reciclados. Além disso, são espaços perigosos onde se têm grande probabilidade de pegar doenças prejudiciais à saúde transmitidas pelo lixo. Estes lugares também são prejudiciais ao meio ambiente, pois esse lixo polui as águas e o solo em função do “Chorume” (líquido que escorre do lixo levando para o lençol freático altamente poluente).

Pergunte a seus familiares se eles reciclam o lixo? 
Caso não os influencie a pratica!
Nossa terra está precisando de ajuda! Vamos colaborar!


Fontes: 
COMCAP. Disponível em < http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/comcap/ > acessado em 19/06/11.

Crédito da imagem:  

Tumblr - mais que uma rede social.

Por Carol Gomez.

Cada vez mais as redes sociais estão presentes nas vidas dos internautas. Orkut, Twitter, Facebook, MSN e mais recentemente o Tumblr.

O Tumblr (se pronucia tâmbler) foi lançado em 2007 nos Estados Unidos, (embora a maioria das contas sejam de usuários brasileiros), mas apenas nos fins do último ano e início de 2011 que ele passou a ser mais conhecido, embora muitos ainda desconheçam. 

Nele as pessoas postam desde coisas engraçadas até seus sentimentos, animando os posts com gifs, imagens, videos e músicas. Como define uma internauta “é uma mistura de blog, twitter, e formspring.me onde as pessoas respeitam umas as outras e também as regras de gramática, onde cada um expressa o que sente sem se importar com o que irão pensar.” Está aí uma frase dita e reblogada pelos usuários que define o Tumblr.  

No entanto, ultimamente, as coisas vêm mudando. Novas contas estão sendo criadas e com ela surgem alguns problemas. Se antes, no início, o Tumblr era um espaço realmente bom, havia o respeito, todos sabiam. Mas agora, as coisas mudaram um pouco. Asks anônimas xingando os tumblrs e seus donos. Está se tornando uma coisa chata. Está virando modinha. 

Apesar disso, o Tumblr, para muitos, é mais que um blog, é uma vida, um mundo, onde existe diversão e respeito, por isso se “se é pra fazer um tumblr, que faça com vontade, e não de má fé, estragando a magia.” Esse é mais um comentário que viaja pelas conversas e posts do Tumblr .

Cada vez mais os Tumblrs se tornam conhecidos. Há os só de humor, outros só com temas definidos, e também os que têm de tudo. Se você não tem criatividade, como eu, basta reblogar, você coloca o post de outra pessoa no seu tumblr, mas com os devidos créditos, nunca se copia. ;)

Ficou curioso? Segue uma lista com endereços de Tumblrs de alunos do colégio. Quem sabe você pode ser o próximo nessa rede!

http://minhapulga.tumblr.com/ (Julia Juchem - 8A)
http://wandscheer.tumblr.com/ (Luisa Wandscher - 8A)
http://bmargutti.tumblr.com/ (Bruna Margutti - 8B)
http://vidaumenigma.tumblr.com/ (Larissa Martins - 8C)
http://justbeahappykid.tumblr.com/ (Gabriel Menezes - 1 ano)
Outros que você pode gostar:


segunda-feira, 20 de junho de 2011

Como anda sua alimentação?

Por Maria Eduarda Vieira.

Olá turma! Tudo bem? Estou aqui para falar sobre um assunto que diz respeito a todos nós: a Alimentação. Por falar nisso, como anda a sua? Com sabemos devemos ter hábitos alimentares saudáveis. 

Desde pequenos muitos de nossos pais sempre tiveram a preocupação de nos ensinar a comer comidas que envolvesse frutas, verduras, legumes, proteínas fazendo que tivéssemos base de uma alimentação regulada e saudável, contribuindo para o nosso crescimento e desenvolvimento.  



Uma dieta saudável

Para termos uma "dieta" saudável é necessário alimentarmo-nos várias vezes ao dia, em pequenas porções, para quando da chegada das refeições indispensáveis (café da manhã, almoço e jantar) não termos a necessidade de fazer uma “montanha” de comida em nossos pratos.
Alimentar-se cinco a seis vezes ao dia faz com que o nosso organismo tenha uma regularidade ao trabalhar no metabolismo dos nutrientes, ou seja, ocorre uma aceleração do metabolismo, facilitando a perda de gordura. Isso ajuda a controlar o nosso apetite! É sempre importante lembrar que a ÁGUA é indispensável no nosso organismo e ajuda muito em todo este processo.
Uma valiosa dica, segundo nutricionistas, é que pratos coloridos são ótimos para quem está preocupado com uma dieta saudável. Vai a dica para as “cores” que devemos comer todos os dias: alho, cebola e pêra, do grupo de alimentos brancos, ajudam a fortalecer os ossos e o sistema imunológico.  Cenoura, manga, abóbora e mamão, do grupo laranja, protegem a visão e a pele. Verdes-escuros como brócolis, espinafre e couve dão energia. Já os vermelhos e os roxos, como tomate, melancia, uva e morango combatem o câncer e o estresse. Pratos coloridos é a solução!
Mantenha seu coração em forma! 


Fontes:
Dieta certa. Disponível em < http://www.dietacerta.com.br/noticias.php?n=81&c=8 >acessado em 12/06/11.
Pesquisa feliz. Disponível em<  http://pesquisefeliz.blogspot.com/2010/05/piramide-alimentar.html > acessado em 12/06/11.
Só dieta. Disponível em< http://www.sodietas.com/alimentacao-saudavel-e-amiga-do-ambiente/ > acessado em 13/06/11.

Crédito das imagens:
Imagem 2: Só dieta < http://www.sodietas.com/alimentacao-saudavel-e-amiga-do-ambiente/> acessado em 13/06/11.