domingo, 27 de setembro de 2009

Inconfidência Mineira - Tiradentes...

Equipe de Criação [1]

Joaquim José da Silva Xavier, passou à História com o nome de Tiradentes, nasceu em Minas Gerais, em 1746.




Tiradentes criou-se com o intuito de se torna militar, esse posto não foi seu grande forte, então Tiradentes se centrou na mineração, mas não obteve sucesso. Já então o chamavam Tiradentes, pois também trabalhava como prático-dentista. A exemplo de muitos outros, entusiasmou-se com as ideias de liberdade. Em 1789, chefiou uma conspiração, a Inconfidência Mineira , a qual fracassou. Assim, Tiradentes foi preso no Rio de Janeiro, esperando o seu decreto final.


O dia do decreto final


Montada pela coroa portuguesa, seria a coisa mais importante para todos, a execução de Tiradentes.

Ordenando a todos que enfeitassem suas casas para o cortejo, Conde de Resende era o novo vice-rei da coroa portuguesa.

Tudo estava pronto, os soldados todos impecáveis e os habitantes que queriam ver de perto a execução de Tiradentes correram para conseguir um lugar melhor, para assistir ao “espetáculo”.
Tudo isso ocorria no dia 21 de Abril de 1792 num dia de sábado. Às sete horas da manhã deste sábado, começava a preparação de Tiradentes para a execução. Às nove horas da manhã Tiradentes foi conduzido até o local da execução, no campo de São Domingos.

Participaram muitos militares a esse cortejo. Todos assistindo, Tiradentes subiu 24 degraus até o lugar onde seria enforcado. Tudo muito rápido, a multidão via o corpo de Tiradentes pendurado.
Com ordens reais Tiradentes foi esquartejado e decapitado, sua cabeça foi pendurada em Vila Rica que depois de um dia desapareceu misteriosamente, onde nunca mais foi encontrada.
Tiradentes foi um herói, agüentou as consequências até o fim de sua vida...

Fonte: Elaboração textual para a disciplina de História
[1] Carlos Eduardo

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

FALTA POUCO

Equipe de Criação [1]

E aí galera,

Menos de uma semana para viagem às Minas Gerais, hein?

Gostaria de estar enfatizando para que todos fiquem atentos aos professores e monitores durante a viagem; que prestem muita atenção nos guias e no que forem ver; estejam anotando e fazendo imagens para depois produzir um produto final com bastante qualidade.
Não esquecem também de obedecer às regras de convívio e de viagem que foram estabelecidas durante esta semana.

Que possamos fazer uma boa viagem repleta de conhecimentos!!!



[1] Otto Henrique

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Marcas do passado colonial em Minas Gerais

Equipe de Criação [1]

Minas Gerais, um lugar lindo que apresenta marcas de um passado dos tempos coloniais. A região das Minas Gerais Minas foi muito conhecida principalmente pelo seu ouro, muito explorado no século XVIII.

Alguns personagens da história mineira são conhecidos principalmente em função da exploração do ouro, entre eles destacamos os Bandeirantes. A maioria dos Bandeirantes era composta por índios (escravos e aliados), caboclos (mestiços de índio com branco) e alguns brancos que eram os capitães. Os caboclos eram os principais elementos do grupo, pois era a ligação direta entre o branco-colonizadore o nativo que conhecia as terras.

Por essas e outras histórias, Minas Gerais tem muito a contar sobre a história de nosso país. A memória de nossa história pode ser observada em cada detalhe das cidades que foram criadas no período colonial.














[1] Carlos Eduardo

BROADWAY

Equipe de Criação [1]

Certamente muitos já ouviram falar em Broadway. Mas poucos sabem o que é.
Na tradução Via Larga, a Broadway é uma avenida que atravessa a Times Square na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos. É famosa por conter em seu circuito 43 salas de teatros que apresentam superproduções musicais, onde muitas ficam em cartaz durante anos.

Atualmente, estão em cartaz peças como “Mamma Mia!”, “O Rei Leão”, “O Fantasma da Ópera”, “Mery Poppins” e “Shrek, o Musical”. O preço varia de peça para peça, podendo ir dos 40 aos 110 dólares. Mas com certeza uma peça com qualidade Broadway valerá a pena e nunca mais será esquecida. Não é à toa que seus teatros são considerados uns dos melhores do mundo.



Você pode acessar o site dos musicais da Broadway no endereço eletrônico http://www.broadway.com/.
Imagem 1 - Avenida Broadway
Imagem 2 - Apresentação teatral "Shrek, o Musical" na Broadway

[1] Otto

Você Sabia que...

Equipe de Criação [1]


* O tecido cartilaginoso, que forma o nariz e as orelhas, não deixa de crescer nem mesmo quando o indivíduo torna-se adulto. Daí porque o nariz e as orelhas de um idoso são maiores do que quando era jovem. A face também encolhe porque os músculos da mastigação se atrofiam com a perda dos dentes.

* A quantidade de sangue que circula no organismo varia de pessoa para pessoa. Em média, representa em litros a décima parte do peso do corpo. Assim, uma pessoa de 70 quilos, terá aproximadamente sete litros de sangue correndo em suas artérias e veias.
Fonte Site Terra: www.terra.com.br

[1]Otto e Lina.

sábado, 19 de setembro de 2009

Viagem às Minas Gerais

Equipe de Criação [1]

E aí gente? Tudo certinho prá viagem?
Malas prontas, pilhas carregadas, documentos em mãos...?
É, eu sei. Faltam ainda 9 dias para o "grande dia", mas tem gente que ainda nem sabe ao certo o que vamos fazer lá.

Todos os detalhes das cidades de São João Del Rei, Tiradentes, Mariana, Congonhas e Ouro Preto, desde a mínima pedrinha, aos monumentos, estradas e construções, tudo tem história.

Nós, alunos das 8ªs séries do Colégio de Aplicação, teremos a oportunidade de conhecer os “cenários” de muitos acontecimentos. A “trama” da Inconfidência Mineira, a relação entre senhores e escravos, o surgimento das cidades em meio a exploração do ouro, enfim , questões de fundamental importância para compreendermos nosso processo de formação histórica.

Para quem não terminou o projeto, ainda dá tempo de dar uma revisada antes do prazo de entrega, para fazer tudo certinho na hora de produzir o audiovisual!

E então o que estamos esperando? Mãos á obra!

[1] Lina

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

CULTURA: identidade pessoal

Equipe de Criação [1]

Podemos conceituar cultura como sendo um conjunto de características de determinada região ou etnia. Através dela, podemos observar a identidade de cada pessoa.

Mas ela varia de localidade para localidade, tendo cada etnia características e visões de mundo diferentes. Exemplos simples são: o modo de agir, se vestir, caminhar, comer... Os japoneses, por exemplo, comem com dois palitos, diferentemente de nós, que utilizamos talheres, como o garfo e a faca.

Há outras características existentes em cada cultura que variam de uma para outra, como técnicas de nascimento e da obstetrícia; o jeito de se portar na mesa e comer; a linguagem; e religião.

Porém, o ser humano muitas vezes não está acostumado nem preparado para conviver com pessoas de culturas diferentes da sua, entrando a questão do racismo, intolerância e discriminação. Isso se deve porque esses acham que sua cultura está correta, e a diferente, incorreta. O etnocentrismo (etnia no centro de tudo) está presente em muitas etnias e leva à catalogação do outro como estranho, imoral ou deprimente.

Mas não é assim que devemos nos portar. Primeiramente, antes de achar alguém estanho e discriminá-lo por isso, devemos ter respeito a ele. Lembrar antes de tudo que todos compartilhamos da mesma raça humana. Ninguém é melhor ou pior que ninguém. Somos todos iguais em questão física.


[1] Otto Henrique

terça-feira, 15 de setembro de 2009

VOCÊ SABIA QUE...?

Equipe de Criação [1]

Saudações!

Durante esse terceiro trimestre estaremos postando a cada semana duas curiosidades sobre diversos temas. Cada semana, um tema diferente. E para começarmos, vamos falar sobre cultura: Você sabia que...


* A indústria cinematográfica da Índia é a maior do mundo. Produz cerca de 700 filmes por ano, emprega 2 milhões de pessoas e atrai 70 milhões de espectadores por semana. Sessenta por cento da arrecadação reverte em impostos para o governo indiano. A enorme quantidade de filmes produzidos reflete-se na qualidade.


* A palavra dinossauro foi usada pela primeira vez pelo anatomista e paleontologista britânico Richard Owen (1804-1892). Após a descoberta no sul da Inglaterra de fósseis de répteis gigantes, chamados de Megalosaurus, Iguanodon e Hylaeosaurus, Owens resolveu batizar o grupo, e em 1841 chamou-os de dinosauria, que significa "lagartos terríveis".




Fonte: Site Terra www.terra.com.br

[1] Lina, Otto Henrique

domingo, 13 de setembro de 2009

Uniforme das Olmpíadas

Equipe de Criação [1]


Como decidido em sala de aula, o uniforme da 8ª série A deste ano será das cores azul e branco, como mostra o modelo abaixo. Seu orçamento totalizou uma quantia de R$ 24,00 por pessoa, no qual será pago com o dinheiro das vendas de lanche.

As Olimpíadas terão início no dia 5 de outubro (segunda-feira) com os jogos esportivos. As camisas serão entregues na mesma data, uma vez que ficarão prontas na semana em que estaremos em Minas Gerais.



[1] Otto

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Equipe de Criação III

Equipe de Criação [1]


Olá galera!

Nós somos a equipe de criação deste terceiro e último trimestre e temos o objetivo de estar atualizando o blog semanalmente, trazendo muita informação e curiosidade por meio de textos, imagens e vídeos.

O espaço de diálogos está aberto a todos que queiram postar algo no blog, por isso, se for do seu interesse, colabore conosco, mandando algo que possa ser postado. Por último, gostaríamos de incentivar todos a estarem entrando com frequência no blog, a fim de acompanharem as informações, afinal é o nosso meio de comunicação mais rápido e eficaz.

Cordialmente,




[1] Otto, Lina, Eleonora, Gabriel, Carlos, Matheus, Carolina, Paulo e Thomas.

sábado, 5 de setembro de 2009

A importância do petróleo

Equipe de criação [1]


A importância do petróleo em nossa vida é imensa: este precioso líquido (também conhecido como ouro negro) esta muito presente nas nossas cidades, indústrias, nos meios de transportes e muito mais, na verdade, esta em praticamente tudo o que é industrializado. Mas, porque é tão importante assim o petróleo? Certamente, e não só por que faz mover os automóveis, os navios, os aviões, mas, também, porque ele tem uma infinidade de aplicações e gera muitos empregos, além do campo de transportes, tanto que podemos dizer que os produtos derivados do petróleo são utilizados praticamente em tudo, dês do plástico em nossos computadores, eletrodomésticos, veículos, utensílios de cozinha, até o asfalto de nossas ruas.

Recentemente foi descoberta na costa do Brasil uma gigante reserva de petróleo conhecida como “pré-sal”. O Brasil vem recebendo muitas propostas de países industrializados para ter direito de exploração de parte dessa área. Os Estados Unidos, por exemplo, fizeram a proposta de renovar a frota brasileira de caças militares “de graça” em troca de uma parte dessa preciosa área.
O Brasil está analisando essa proposta junto com a de outros países (Suécia, Emirados Árabes, França entra outros), só que muitas pessoas acham que o pré-sal deveria ser explorado 100% pelo Brasil, o que está gerando muita polêmica. Mas o governo garante que o Brasil ficara com a maior parte dos direitos de exploração, mas não divulgou números oficiais.




Acredito que com a iminente crise de petróleo que se aproxima (já que as reservas exploradas atualmente estão escassas) o Brasil pode fazer excelentes negócios com essa área descoberta e ainda ficar com uma parte para si, podendo abastecer o mercado interno sem necessitar importar mais de outros países, com isso, diminuir os preços dos produtos derivados do petróleo no Brasil (como a gasolina, por exemplo, que como sabemos não é barata aqui).

Como vimos, o petróleo é muito disputado pelos países do mundo, e com a diminuição de suas reservas no mundo, nós não temos outra escolha se não encontrar outros meio de viver sem ele, afinal nem o pré-sal vai durar para sempre. O Brasil já encontrou uma alternativa à gasolina, que é o álcool de cana de açúcar, e já conseguiram fazer asfalto com óleo de castanha de caju, entre outras alternativas, a sociedade vai aos poucos se livrando da necessidade do petróleo.
[1] Artur

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O que é Cultura?

Equipe e Criação [1]

Todos temos uma cultura diferente. E todos reagimos diferente quando vemos ou entramos em contato com uma pessoa fora da nossa sociedade. Um homossexual, uma prostituta são vistos de formas diferentes em algumas sociedades. Em umas eles são discriminados, em outras, vistos como pessoas normais, ou até, mais importantes.
As formas de agir também são uma grande maneira de reconhecer alguém com outra cultura. A forma de rir pode parecer igual para uma pessoa de outra sociedade, mas dentro da nossa própria sociedade parece que temos cada um uma risada em especial. Rir de alguma coisa varia muito, podemos rir de alguns tipos de filmes, mas outra pessoa com outra cultura, não. Se vestir, a forma de se sentar, de comer entre outras, também variam de uma cultura a outra. Nós podemos achar que o nosso modo de vida é o mais correto, mas para outra pessoa pode ser muito estranho ou até ofensivo, criando situações de agressão verbal/física.
Então podemos concluir que ninguém é igual, todos somos diferentes, não podemos ofender alguém só por que ele é diferente, nossos amigos também são diferentes e então não há explicação para a ofensa, se você se incomoda com alguém diferente não precisa ofendê-lo, é só ficar cada um na sua.
[1] German Budnikar

Arte barroca

Equipe de Criação [1]

Neste último trimestre as oitavas séries estão se preparando para fazer a viagem a Ouro Preto (MG) e antes da viagem cada sala foi dividida em grupos de trabalho (GT) para produzir um projeto sobre um tema escolhido.
Observando que muitos dos temas dos projetos de Ouro Preto tem como foco a Arte Barroca resolvi disponibilizar alguns links que podem ajudar nos trabalhos:

Este link contém um texto contando a história da Arte Barroca no Brasil e seu maiores artistas: http://www.mundoeducacao.com.br/artes/a-arte-barroca-no-brasil.htm
Este é um vídeo de quase dez minutos mostrando uma exposição de arte barroca com mais de 400 obras. O vídeo contém também alguns pequenos comentários: http://www.youtube.com/watch?v=Mf8ueO4P6E4&feature=related


[1] German Budnikar

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Minas Gerais: arte barroca

Equipe de Criação [1]





Como já sabemos, nossa viajem de estudos foi transferida para período de 28 de setembro a 3 de outubro de 2009. Iremos sair a campo com destino a Minas Gerais e suas cidades históricas .

Aproveitando o assunto da viagem ao estado mineiro, iremos falar um pouco mais sobre a cultura e a arte barroca no Brasil.

A arte Barroca estendeu-se por todo século XVII e pelas primeiras décadas do século XVIII. Surgiu em Roma e aos poucos espalhou-se por toda a Europa e América latina. O Barroco assumiu diversas características ao longo de seu tempo, era mais do que um estilo artístico, era um estilo de vida. A arte Barroca era profundamente católica e foi usada como forma de expressão da mensagem religiosa da contra reforma.






A arquitetura é suntuosa, grandiosa tenta liberta-se da simetria geométrica e utilizar elementos mais elaborados efeitos volumétricos. O Barroco estava diretamente interligado com a religião, portanto, a maior parte das construções Barrocas são as igrejas. O Barroco faz ligação com tudo não só na arte arquitetura, mas também na música, pintura e literatura. Essa é a arte Barroca que em pouco tempo iremos conhecer profundamente tendo um maior contado na viagem a Minas Gerais. Até lá pessoal, e curtam ao máximo essa nova experiência.


[1] Pedro Lista e João Lucas

E os argentinos como são?

Equipe de Criação [1]



Há algumas semanas alguns estudantes argentinos chegaram a nossa escola por meio do Projeto Córdoba.
O Projeto Córdoba é desenvolvido pelo Colégio de Aplicação da UFSC e a Escuela Manuel Belgrano da Universidade Nacional de Córdoba (UNC), de Córdoba, na Argentina, e possibilita alunos da primeira série do ensino médio e professores das duas escolas a “trocar” de vida por um período, para ter novas experiências em suas vidas.
O principal objetivo do Projeto é “Conhecer elementos específicos de cada cultura em particular e, através do acesso a estes conhecimentos, possibilitar a professores e estudantes envolvidos, a discussão e reflexão a respeito de uma identidade latino-americana e, especificamente, da Argentina e do Brasil”. A responsável pelo projeto no CA é a professora Danuza Meneghello.
Um dos argentinos que chegou através do projeto está na casa de um amigo meu, o Arthur Bobsin de Moraes (1° C), que também está participando deste projeto. Fiquei curioso sobre como é a vida na Argentina e fiz algumas pergunta a ele.
Enrico, 16 anos de idade, é alto e tem cabelo escuro. É assim que ele é, nada diferente de nós brasileiros, caso pensem que ele seria ‘‘estranho’’. É um adolescente muito legal e que pensa como nós.
Perguntei a ele sobre um assunto que está sendo comentado atualmente por muitas pessoas e na imprensa: a gripe suína.
- ‘‘Em Córdoba não tem muitos casos da gripe h¹n¹, eu estava com medo era de vim para o Brasil’’.
A partir dessa fala podemos perceber como a informação é importante, pois como a maioria da população da Argentina está localizada na cidade de Buenos Aires, a contaminação é muito mais fácil e rápida naquela cidade. Em Córdoba, onde Enrico mora, vivem apenas 400 mil habitantes.
Da mesma forma, em Florianópolis também não há muitos casos desta nova gripe como o argentino Enrico pensava.
Esse exemplo é importante para perceber que devemos aproveitar esse intercâmbio e conviver mais com nossos “hermanos”.
[1] Pedro Locatelli